quarta-feira, 25 de outubro de 2017



O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nesta quarta-feira (25) dados que mostram que o índice de alfabetização do Brasil estagnou entre 2014 e 2016. De acordo com o levantamento, mais da metade dos estudantes do 3º ano do ensino fundamental apresentaram nível insuficiente de leitura e em matemática para a idade.

Segundo a Avaliação Nacional de Alfabetização, 54,73% dos alunos tinham nível de leitura insuficiente em 2016 e 45,27% tinham nível suficiente em 2015. Em 2014, o percentual de estudantes avaliados com nível insuficiente era um pouco maior: 56,17%.

Os piores resultados de leitura foram obtidos nas regiões Norte e Nordeste, com 70,21% e 69,15% dos estudantes apresentando nível de insuficiência, respectivamente, percentuais que caem para 51,22% no Centro-Oeste; 44,92% no Sul; e 43,69% no Sudeste.

Com relação aos conhecimentos em matemática, 54,46% apresentaram desempenho abaixo do adequado, enquanto 45,53% tiveram nível suficiente. Em 2014, 57,07% dos estudantes tiveram seus conhecimentos matemáticos classificados como insuficientes; e 42,93% como suficientes.

Comentários da Notícia: