quinta-feira, 19 de outubro de 2017

No primeiro dia após retomar o mandato parlamentar, o senador Aécio Neves (PSDB) afirmou, em plenário, que é vítima de uma “ardilosa armação”e que provará sua inocência.

O tucano foi afastado por determinação da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), a pedido da Procuradoria Geral da República.
Nesta terça (17), no entanto, o plenário do Senado derrubou o afastamento, por 44 votos a 26.

“Fui alvo dos mais vis ataques nos últimos dias, mas não retorno a esta Casa com rancor e com ódio. Vim acompanhado da serenidade dos homens de bem e daqueles que conhecem a sua própria história. E a minha história é digna”, declarou. (Bahia.ba)

Comentários da Notícia: