terça-feira, 17 de outubro de 2017




A Coreia do Norte fez um alerta aos demais países do mundo, nesta segunda-feira (16), para que não se juntem aos Estados Unidos em ações militares contra o regime de Kim Jong-Un e, assim, estarão a salvo de retaliações.

A ameaça fazia parte do conteúdo contido em uma cópia do discurso do vice-embaixador da Coreia do Norte na Organização das Nações Unidas (ONU), Kim In Ryong, para uma discussão sobre armas nucleares em um comitê da Assembleia Geral da ONU. Ele, contudo, não leu esta parte em voz alta.

“Contanto que não participe das ações militares dos EUA contra a Coreia do Norte, nós não possuímos intenção de usar ou ameaçar usar armas nucleares contra qualquer outro país”, dizia o discurso. O comunicado afirmava ainda que “o território inteiro dos EUA está dentro de alcance de disparo e caso os EUA ameacem invadir até mesmo um centímetro de nosso território sagrado, não irão escapar de nossa severa punição em qualquer parte do globo”. (Metro1)

Comentários da Notícia: