terça-feira, 24 de outubro de 2017




A corregedoria da Polícia Militar do Rio de Janeiro determinou na tarde desta segunda-feira (23) a prisão em flagrante dos dois policiais diretamente envolvidos na morte da turista espanhola Maria Esperanza Ruiz Jimenez, de 67 anos, na Favela da Rocinha, também nesta segunda.

Os dois policiais – um oficial (tenente) e um soldado – foram encaminhados para Unidade Prisional da PM, em Niterói, região metropolitana do Rio. "Após análise do fato, caberá ao Ministério Público Militar do Estado Rio de Janeiro decidir os rumos da investigação”, diz a nota que foi divulgada pela PM para informar a decisão.

Ainda de acordo com o comunicado, assim como as demais forças de segurança do país, a PM segue os procedimentos estabelecidos no Manual de Abordagem, que diz que, em casos como este, os policiais não devem fazer disparos e sim perseguir o veículo que não obedeceu à ordem de parar. A razão pela qual esse procedimento não foi cumprido é também objeto da investigação em curso. (Metro1)

Comentários da Notícia: