sábado, 4 de novembro de 2017

Em sessão realizada durante a última quarta-feira (01), o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) aprovou com ressalvas as contas de oito prefeituras, incluindo Amargosa. 

De acordo com informações do TCM, mesmo com algumas contas superando o limite de 54% para gastos com pessoal, o plenário reconheceu, nestes casos, os esforços dos gestores que procuraram reduzir ao máximo suas despesas no ano em que o Produto Interno Bruto – PIB teve a sua maior queda.

Sobre Amargosa, o TCM informou que a ex-prefeita Karina Borges Silva conseguiu reduzir as despesa com pessoal de 65,86% (1º quadrimestre) para 56,77% (3º quadrimestre), o que revela que as medidas adotadas pela administração foram satisfatória. 

O TCM informou ainda que por não ter alcançado o índice de 54%, a gestora foi multada em R$ 20.160,00. 
Também foi imputada uma multa de R$5 mil por outras irregularidades apuradas durante a análise técnica das contas e determinado o ressarcimento aos cofres municipais de R$172.558,67, com recursos pessoais, pelo não envio à Inspetoria Regional de dois processos de pagamento.

As prefeituras que tiveram suas contas aprovadas com ressalvas foram: Amargosa, Cocôs, Euclides da Cunha, Irajuba, Lafayete Coutinho, Olindina, Santa Bárbara e Serrolândia, todas relativas ao exercício de 2016.

Comentários da Notícia: