segunda-feira, 6 de novembro de 2017

A equipe do site AmargosaNews acompanhou a movimentação dos estudantes neste primeiro domingo de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 

Um assunto que chamou atenção e gerou bastante polêmica diz respeito a falta de transporte para os estudantes que moram na zona rural.

Conversamos com um grupo de estudantes que moram na zona rural de Amargosa e se preparavam para entrar no Colégio Santa Bernadete, pouco antes do início do exame. 

Uma jovem relatou que teve que pagar R$ 12,00 (doze reais) para um motorista transportá-la e outros estudantes que moram na Região do Corrente até a sede do município. Ela disse ainda que em função do horário da aplicação das provas foi necessário sair mais cedo de casa.

Outra estudante disse que optou por dormir na casa de uma amiga para poder fazer o Enem devido a dificuldade que teria para conseguir transporte. 

Segundo a prefeitura de Amargosa, o transporte não foi disponibilizado em função dos responsáveis pela aplicação da prova, neste caso, as unidades escolares envolvidas no processo, não terem feito a solicitação.

Lembrando que no próximo domingo (12), acontece a segunda etapa do exame. Vamos acompanhar de perto esta situação e saber se desta vez o transporte será disponibilizado para os estudantes que moram na zona rural. (Redação AmargosaNews - Editado às 12/46h)

Comentários da Notícia: