quinta-feira, 9 de novembro de 2017




Continua de “vento em popa” a reação da economia de Amargosa no ano de 2017. Segundo o CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho, até setembro deste ano, foram gerados 138 (cento e trinta e oito) novos empregos em Amargosa. Estes números deixam o município em 46º lugar na Bahia entre os municípios que mais geraram emprego neste ano.

Outro destaque foi na atividade econômica da Indústria de Transformação que colocou Amargosa em 16º entre os 417 municípios da Bahia que mais geraram emprego nesta atividade. Mais surpreendente foi estar em 59º na atividade econômica de Serviços, ficando ainda a frente de municípios maiores como Camaçari, Porto Seguro, Simões Filho, Ilhéus, Lauro de Freitas, todas com mais de cem mil habitantes.

Vale relembrar que Amargosa em 2016 amargou o 400º lugar com 555 (quinhentos e cinquenta e cinco) desempregos gerados e 373º lugar, em 2015, com 180 novos desempregados, durante a gestão da ex-prefeita Karina Silva, ficando entre os municípios baianos que mais geraram desemprego.

Outra informação relevante que demonstra a retomada do crescimento na economia de Amargosa é o aumento em 2017 de 34% (trinta e quatro por cento), em relação ao mesmo período de 2016, na arrecadação realizada pelo Governo do Estado da Bahia com os comerciantes da cidade para o pagamento de ICMS, IPVA, ITD e outras taxas. Este crescimento é mais que o dobro da média do que a SEFAZ (Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia) arrecadou noa municípios do Território do Vale do Jiquiriçá e quase quatro vezes mais que os 9% referentes a média de crescimento da arrecadação com todos os 417 municípios da Bahia.

Cabe lembrar que Amargosa é o 70º município da Bahia em população, segundo estimativas do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para este ano de 2017.

Comentários da Notícia: