• Professores de universidades estaduais paralisam as atividades na Bahia

    Repórter: AmargosaNews.com
    Publicado: terça-feira, 28 de novembro de 2017
    A- A+


    Professores das quatro universidades estaduais da Bahia aderem a uma paralisação de 24h nesta terça-feira, 28. Os docentes reclamam de cortes nos orçamentos das Universidade Estadual da Bahia (Uneb), Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc).

    Segundo a Associação dos Docentes da Uneb (Aduneb), entre 2013 e 2016, o orçamento das universidade estaduais baianas acumula uma redução de aproximadamente R$ 213 milhões.

    De acordo com o coordenador da Aduneb, Milton Pinheiro, desde dezembro do ano passado, a categoria tenta dialogar com o governo do Estado sobre os cortes do orçamento, mas até agora não houve resposta.

    O grupo também reclama da falta da reposição inflacionária nos salários dos professores. "São três anos sem reposição salarial. Ninguém conversa conosco. Nós estamos sem verba e cerca de R$ 70 milhões já foi cortado este ano da verba de custeio e investimento das faculdades estaduais", salientou Milton.

    Segundo Milton, são aproximadamente 5.500 professores e 4 mil técnicos participando da paralisação em toda a Bahia nesta terça. Com isso, cerca de 70 mil alunos são afetados.

    A assessoria da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), informou que as atividades na faculdade continuam normalmente, com algumas assembleias realizadas pelos docentes.

    Em nota, Associação dos Docentes da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Adusb) informou que os professores paralisaram em todos os campi. A categoria protesta contra o arrocho salarial e pela garantia dos direitos trabalhistas. Segundo a Adusb, "tomando como base 2013, mais de R$ 50 milhões deixaram de ser repassados para as verbas de manutenção, investimento e custeio da Uesb".

    A reportagem de A TARDE não conseguiu contato com a Associação dos Docentes da Universidade Estadual de Feira de Santana (Adufs) e com a Universidade Estadual da Bahia (Uneb). 

    Fonte: ATarde.

    Categorias:

    EDUCAÇÃO
  • Comentários