• Facebook lança aplicativo de mensagens para menores de 13 anos

    Repórter: AmargosaNews.com
    Publicado: segunda-feira, 4 de dezembro de 2017
    A- A+



    O Facebook anunciou nesta segunda-feira o lançamento do Messenger Kids, um aplicativo que vai funcionar como a ponte de expansão da gigante das mídias sociais a um mercado ainda não explorado: o de crianças com menos de 13 anos de idade, dando também aos pais uma ferramenta que permite controle sobre o uso do app pelos filhos.

    Para ingressar no Facebook é preciso ter ao menos 13 anos. O novo aplicativo dá à companhia a chance de fidelizar os pequenos em um momento em que enfrenta competição de outras plataformas de mídia social pelo público adolescente, abrindo um fronte principalmente na disputa com a Snap. Já existem no mercado diversos aplicativos que podem ser usados por crianças com o consentimento dos pais, e os menores trocam mensagens entre eles usando telefones celulares.

    O Facebook explica que pesquisas mostram que crianças pequenas já estavam utilizando essas tecnologias de forma regular, mas por meio de aplicativos criados para adolescentes e adultos, o que aumentaria a preocupação de pais e responsáveis sobre a possibilidade de que seus filhos possam se comunicar com estranhos.

    Ao mesmo tempo, os pais estariam dispostos a deixar filhos com idades entre 6 e 12 anos usar mídias sociais desde que elas permitam um rígido monitoramento. O Facebook Messenger Kids demanda que os pais habilitem a conta e aprovem a lista de contatos da criança.

    — Existe uma lacuna no mercado de aplicativos de mensagens para crianças que ofereça controle aos pais — disse a porta-voz do Facebook, Lauren Svensson. — Vamos ver como as crianças estão usando o aplicativo e adicionar atualizações em versões futuras, se necessário.

    O Messenger Kids abre espaço para que o Facebook possa concorrer com os aplicativos da Snap que é muito popular entre os adolescentes mais novos. As imagens de divulgação do novo aplicativo mostra crianças usando filtros com orelhas de animais ou de pintura facial, ferramentas muito populares em apps como Instagram e Snapchat.

    O aplicativo pode ser controlado pela conta no Facebook de um dos responsáveis pela criança. Ou seja, as duas gerações passam a utilizar aplicativos da empresa. Os pequenos podem usar chamadas de vídeo, enviar fotos, vídeos e mensagens de texto para uma lista de amigos previamente aprovada. Seria uma forma de monitorar se a criança está sendo alvo de bullying ou se está recebendo conteúdo inapropriado pela internet. Além disso, o Messenger Kids não terá anúncios publicitários, garantiu o Facebook.

    O anúncio desta segunda-feira é visto como uma espécie de pré-lançamento já que o aplicativo, por ora, está disponível apenas nos Estados Unidos e só para iOS, sistema operacional da Apple.

    Para criar o Messenger Kids, que levou 18 meses para ser desenvolvido, o Facebook afirma ter consultado 1.200 pais, além de especialistas em segurança on-line e em desenvolvimento infantil, incluindo instituições como a National Parent-Teacher Association (Associação Nacional de Pais e Mestres), o Centro de Inteligência Emocional da Universidade de Yale, entre outros.

    Categorias:

    Tecnologia
  • Comentários