• Rui Costa diz que governo federal deve R$ 150 mi para Bahia

    Repórter: AmargosaNews.com
    Publicado: terça-feira, 19 de dezembro de 2017
    A- A+



    O governador Rui Costa, que apresenta na tarde desta terça-feira, 19, o balanço do exércicio de 2017, na governadoria, criticou as "práticas retrógradas" do governo federal com estados cujos governadores não integram sua base. Segundo o petista, o governo federal deve R$ 150 milhões para Bahia das obras do metrô, e avenidas Gal Costa e 29 de março.

    Mas disse, ainda assim, mantém seus projetos de infraestrutura, sendo que o principal é o metrô, cujo teste para que o trem chegue até o aeroporto ocorrerá nesta quinta-feira, 21 (sem passageiros).

    Em seu pronunciamento, o governador focou na gestão fiscal positiva do estado ao enfatizar que apesar da crise, a Bahia está conseguindo cumprir o seu dever fiscal.

    O governador citou os três anos de recessão no país. "Três anos de PIB negativo. Recessão severa. Mesmo que em 2018 tenha patamar de 2% não vai recuperar a economia de 2014. Nesse cenário, nesse oceano requer rigor grande. Como a Bahia não atrasou salário, parece que estamos vivendo uma crise. Mas a violência que ocorreu contra a democracia brasileira (referindo-se ao impeachment) abalou o mercado. O mercado fez um diagnóstico de quebra de contrato, insegurança jurídica. Na insegurança o investimento não acontece. Foi isso no Brasil nesses dois anos", disse.

    O governador defendeu a necessidade de mudanças no país para melhorar a economia nacional. De acordo com ele, o Brasil é "um país burocrático" e isso precisa mudar.

    Ele também defendeu uma postura diferente dos políticos. "Eleição é sempre um momento de muita esperança, apesar de que muitas promessas não se realizam. Espero que os políticos aprendem que não se deve brincar".(ATarde)
  • Comentários