Mulher leva 9 facadas do namorado um dia após denunciá-lo por agressão


Uma mulher levou nove facadas do namorado depois de ser atacada por ele enquanto dormia no quarto da casa dela, nessa segunda-feira (29), em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. Estella Cristina Ribeiro, de 32 anos, trabalha como promotora de vendas e está internada no Hospital Jardim Cuiabá.


Estella foi esfaqueada um dia depois de ter denunciado o namorado, Lucas Silva Santos, de 25 anos, de ter cometido ameaças, agressões e torturado o cachorro de estimação dela. Eles têm um relacionamento há nove meses. O G1 não localizou o suspeito. 

A briga ocorreu na tarde de domingo (28) na casa da vítima, no Bairro Nova Ipê, em Várzea Grande. No mesmo dia a vítima registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil.


Segundo a tia de Estella, Vania Cristina Ribeiro, Lucas, depois de atacar a sobrinha, mandou áudios pelo WhatsApp ameaçando matar a família dela.


No domingo, Estella estava em uma festa com os amigos e o namorado, na casa dela. Em um determinado momento, ela levou o filho, de 3 anos, para dormir em um dos quartos. Lucas a seguiu e, enciumado ao vê-la mexendo ao celular, perguntou porque a namorada falava no WhatsApp.

Lucas tomou o aparelho e o quebrou. Depois, o casal começou a discutir e se agredir. No boletim de ocorrência, Estella afirmou que as brigas e ameaças têm sido constantes. Também disse que ele tem fotos íntimas dela e chegou a chantageá-la de publicá-las na internet.


Na briga, Lucas pegou o cachorro da vítima e asfixiou o animal, ao ponto de quase matá-lo. A família conseguiu separar o casal e salvar o cachorro. Após a confusão, Lucas fugiu e ameaçou voltar e matá-la.

Estella fez o BO no final da tarde de domingo e disse que tinha medo de que algo acontecesse com ela. O caso ainda seria encaminhado para a Delegacia a Mulher. Por volta da meia-noite, já na madrugada de segunda-feira, o namorado tentou matá-la.


De acordo com a família, Estella continua internada, em estado grave, até esta terça-feira (30).“Ela teve que drenar o pulmão, levou facadas no pescoço, nas costas e na perna”, comentou a tia.


Lucas mandou áudios para a família, fazendo provocações, e ameaçou matar outras pessoas que são parentes da namorada.


A família disse que uma delegada da Delegacia da Mulher conversou com Estella, no hospital, e começou a apurar o caso. Lucas não foi localizado até esta terça-feira. (G1)
Marcadores: ,
[blogger]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.