• Família confirma morte cerebral de jovem agredido próximo ao circuito Dodô

    Repórter: AmargosaNews.com
    Publicado: quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018
    A- A+
    A família do estudante Kaíque Abreu, 22 anos, que foi agredido na última sexta-feira (9) no bairro da Graça, confirmou a morte cerebral do jovem nesta quarta-feira (14). Kaíque está internado no Hospital Português, no bairro da Barra, em Salvador. Segundo informações do jornal A Tarde, durante a apresentação dos dois suspeitos de espancar o rapaz, o tio da vítima, Hayron Abreu, confirmou o óbito, que já havia sido divulgado na segunda-feira (12) pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Segundo Hayron, a família deve desligar os aparelhos nesta quinta-feira (15) e autorizou a doação de órgãos. Os suspeitos de participar do crime foram identificados por meio de imagens de câmeras instaladas na Rua Manoel Barreto, onde aconteceu o caso. O agressor que desferiu socos e um chute, foi identificado como Edson Rodrigues, de 26 anos. Ele foi localizado em sua casa, no bairro da Capelinha. De acordo com a polícia, ele assumiu a autoria do crime e justificou a ação dizendo que queria descontar em alguém a agressão que sofreu por outra pessoa no circuito do Carnaval, onde ele vendia queijo. Edson foi autuado em flagrante pela prática inicial de homicídio tentado. Os demais suspeitos, Bruno Fernando Ribeiro Batista, 29, e um adolescente, foram indiciados por favorecimento pessoal ao agressor, por ajudá-lo na fuga, além de omissão de socorro. (Bahia Notícias)
  • Comentários