Polícia Civil terá 2,5 mil agentes em atuação do Carnaval da Bahia




Dois mil e quinhentos policiais civis, entre delegados, escrivães e investigadores que compõem o quadro de policiais civis, vão atuar no Carnaval 2018. A instituição conta ainda com o apoio de 500 digitadores no período, que irão auxiliar o registro de ocorrências. Os detalhes da operação da folia baiana foram divulgados pela Secretaria Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) nesta terça-feira (6).

Os profissionais estarão distribuídos em 14 postos policiais integrados, sete centrais de flagrantes, quatro postos do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), quatro da Delegacia do Adolescente Infrator (DAI) e em três Delegacias Especiais de Área, além de um posto central.

Haverá reforço também nas delegacias territoriais dos Barris, Liberdade, Periperi, Rio Vermelho, Boca do Rio, Pau da Lima, Itapuã, Cajazeiras, Barra, Nordeste, Plataforma e nas unidades do Aeroporto e Rodoviária. O quadro de policiais também será intensificado nos postos dos hospitais Geral do Estado, do Subúrbio, Roberto Santos e Ernesto Simões.

Quem for curtir o Carnaval da Região Metropolitana também contará com um acréscimo de profissionais nas DTs de Madre de Deus, Itaparica, Simões Filho, Lauro de Freitas, Vera Cruz, Vilas do Abrantes, Portão, Salinas da Margarida e Praia do Forte.

As delegacias de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Dercca), do Adolescente Infrator (DAI), da Especial de Atendimento ao Idoso (Deati), de Proteção ao Turista (Deltur), de Proteção à Pessoa (DPP) e de Atendimento a Mulher (Deam/Brotas) oferecerão atendimento aos casos oriundos do circuito.

Profissionais dos departamentos de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP) e de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) atuarão infiltrados entre os foliões para capturar possíveis flagrantes de tráfico de entorpecentes e roubos ou furtos. Além disso, a Coordenação de Operações Especiais (COE) estará em regime de plantão para situações de alto risco.

Já o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e a Coordenação de Polícia Interestadual (Polinter) intensificarão ações para localização de foragidos que poderão estar inseridos também nas festas carnavalescas.

Perdas e furtos podem ser registrados através da Delegacia Digital, a fim de proporcionar maior comodidade ao folião. (Metro1)
Marcadores:
[facebook][blogger]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.