Privatização da Eletrobras entra na mira do TCU



A resistência política contra a venda da Eletrobras chegou ao Tribunal de Contas da União (TCU) nesta quarta-feira (7). Segundo o Estadão, um braço do Congresso deve criar auditoria especial para verificar possíveis irregularidades na venda da estatal e nos demais projetos de concessão de Michel Temer (MDB).

O pedido será apresentado pelo ministro Vital do Rego, que levantou dúvidas sobre o modelo de privatização da estatal de energia. Em comunicado, ele considera que o lance mínimo de R$ 12 bilhões pode não refletir a realidade da empresa, que tem R$ 171 bilhões em ativos e um patrimônio de aproximadamente R$ 47 bilhões.

O ministro pedirá ainda que a Secretaria de Controle Externo (Secex) do TCU apresente, em um mês, um plano de ação para fiscalizar as desestatizações deste ano anunciadas por Temer. (Metro1)