Brasil atua com EUA para tornar definitiva exclusão de sobretaxa, diz governo



Os ministérios da Indústria, Comércio Exterior e Serviços e das Relações Exteriores divulgaram nota conjunta nesta sexta-feira (23) em que reiteram que o governo brasileiro, em coordenação com o setor privado nacional, continuará atuando junto ao governo dos Estados Unidos e a "outros atores relevantes" daquele país para tornar definitiva "com a maior brevidade possível" a exclusão do Brasil de quaisquer restrições comerciais às suas exportações de aço e de alumínio. Hoje, a Casa Branca oficializou a suspensão temporária do início da aplicação de sobretaxas de 25% às importações de aço e de 10% de alumínio enquanto são feitas negociações. "O governo brasileiro permanece convencido de que tal resultado será melhor alcançado por meio do diálogo", afirma a nota. O texto reitera ainda que o Brasil seguirá empenhado nos esforços em curso no Foro Global do Aço para debater solução para o excesso de capacidade mundial no setor siderúrgico, apontado pela indústria brasileira como a origem dos problemas para o setor. (BN)