CNJ decide apurar conduta de desembargadora que fez comentários contra Marielle Franco

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), determinou nesta terça-feira (20) a abertura de um procedimento para apurar a conduta da desembargadora Marília Castro Neves por conta do texto publicado por ela contra a vereadora Marielle Franco (PSOL). Segundo a Corregedoria do CNJ, o procedimento consiste apenas em levantar os fatos e colher provas. Caso o corregedor do órgão, João Otávio de Noronha, entenda que existem elementos suficientes, ele pode pedir a instauração de um processo administrativo disciplinar. Em um comentário publicado no Facebook na última sexta-feira (16), a desembargadora escreveu que Marielle era “engajada com bandidos”, que foi “eleita pelo Comando Vermelho” e que seu “comportamento” foi determinante para a morte. Ao Jornal Nacional, a desembargadora alegou nesta segunda (19) ter se posicionado "de forma precipitada". Diante da repercussão do comentário de Marília, o PSOL e a Associação Brasileira de Juristas para Democracia entraram no CNJ com duas representações contra a magistrada. (Bahia Notícias)
Marcadores: ,
[facebook][blogger]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.