Espécie rara de araras será solta na Bahia




Seis aves da espécie arara-azul-de-lear serão soltas no Boqueirão da Onça, no interior da Bahia. A iniciativa é do grupo de Pesquisa e Conservação da Arara-azul-de-lear, que busca restaurar a população de pássaros que corre risco de extinção.

As espécimes serão cedidas pelas instituições privadas Loro Parque Fundación (na Espanha) e Al Wabra Wildlife Preservation (no Qatar). A previsão de chegada é junho deste ano.

O grupo afirma que a soltura está bem planejada. "Consultamos os principais especialistas em reintrodução de aves do mundo e visitamos outros projetos de soltura no Brasil", explica o ornitólogo Thiago Filadelfo, mestre em biologia pela Universidade de Brasília e co-fundador do grupo de pesquisa

A espécie, cujo nome científico é Anodorhynchus leari, é nativa da região da Caatinga do norte da Bahia e uma das mais raras do mundo, com população total estimada em 1.350 aves. Apenas duas sobrevivem isoladas na região do Boqueirão da Onça, a cerca de 230 km de distância do Raso da Catarina, onde se concentra a grande maioria dos indivíduos.
Marcadores:
[facebook][blogger]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.