Inquérito arquivado que cita Temer relata ʹcaixinhas ou propinasʹ no Porto de Santos



O ministro Luis Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou na semana passada que o Ministério Público tenha acesso ao inquérito – já arquivado – sobre supostas irregularidades no Porto de Santos.

De acordo com reportagem do Jornal Nacional, os documentos podem ajudar a elucidar outra investigação que apura se um decreto do presidente Michel Temer (MDB) teria ou não favorecido empresas do setor de portos em troca de propina.

Em inquérito aberto pela Polícia Federal (PF) em Santos em 2004, são citadas “caixinhas ou propinas”, que seriam divididas entre o empresário Marcelo de Azeredo e o então deputado federal Michel Temer.

Os quatro volumes da ação que cita o emedebista estão arquivados desde outubro do ano passado. A ordem foi da juíza Silvia Maria Rocha, da 2ª Vara Federal Criminal de São Paulo. (Metro1)
Marcadores:
[facebook][blogger]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.