Papa Francisco telefona para mãe de Marielle

O Papa Francisco foi mais um que se sensibilizou com a execução de Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro, na semana passada.

O líder do Catolicismo telefonou para Marinete da Silva, mãe de Marielle, segundo a própria revelou nesta terça-feira (20), durante a missa de sétimo dia.

De acordo com a Fundación Alameda, liderada pelo amigo pessoal do pontífice Gustavo Vera, a filha de Marielle, Luyara Santos, escreveu uma carta “afetuosa” a Francisco, que a recebeu graças à ajuda de Gustavo Vera.

Por telefone, o Papa tentou entrar em contato com Luyara, mas não conseguiu e, por conta disso, falou com a mãe de Marielle. (bahia.ba)