Petrobras decide vender Liquigás



A Petrobras optou por vender a Liquigás, rede que faz a sua distribuição de gás, depois que a compra desta pela Ultragaz, uma das suas principais concorrentes, foi vetada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) na última quarta-feira (28).

A estatal, que detém todo o controle da companhia, estuda a Oferta Pública Inicial (IPO, em inglês), ou seja, abrir o capital da Liquigás pela primeira vez. A abertura seria feita via oferta pública secundária de ações, para que o dinheiro da venda fique na empresa e não com o controlador.

A Petrobras deve fazer esse movimento em etapas para que investidores mais agressivos não possam adquirir mais de 50% das ações em uma oferta.

Até o momento, acredita-se que a venda dos títulos possa levantar até mais do que R$ 2,8 bilhões, valor ofertado pelo grupo Ultra, comprador vetado pelo Cade para evitar uma excessiva concentração, o que vai de encontro com as leis de comércio brasileiro.

Também existe a possibilidade de buscar um parceiro estratégico que adquira uma participação minoritária antes do IPO.

Outra saída é, sob a avaliação da estatal, o IPO e a transformação da Liquigás em uma "corporation". Depois de ter seu registro feito na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a instituição teria apenas ações com voto e faria uma oferta pública secundária. Nesse caso, as ações ficariam pulverizadas no mercado e o comando seria totalmente profissional.

A venda desta e de outras empresas e participações faz parte de uma estratégia para melhorar a situação financeira da empresa com o levantamento de US$ 21 bilhões até o fim deste ano. (Metro1)
Marcadores:
[facebook][blogger]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.