Presidente Russo anuncia novos mísseis nucleares e ameaça EUA




O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou nesta quinta-feira (1º) que o país detém um novo arsenal de armas nucleares que contém mísseis indetectáveis pelos sistemas de defesa.

O chefe de Estado alega que o amamento pode ser usado como resposta a ataques aos seus aliados. Os mísseis, capazes de atingir qualquer ponto do mundo, têm sido testados desde o final de 2017, junto a outras armas, entre elas, um drone capaz de carregar uma ogiva nuclear e que pode ser usado embaixo dʹágua.

A decisão russa de ampliar seu arsenal nuclear foi, segundo Putin, uma reação à saída dos Estados Unidos de um acordo antimísseis assinado em 1972. "Na ocasião, vocês não ouviram nosso país. Então nos ouçam agora", disse o governante.

O anúncio, transmitido para todo o páis pela TV, foi feito dias antes da eleição russa, na qual Putin é favorito para para conquistar seu quarto mandato. (Metro1)