Rui e deputados do PT esperam que STJ reveja a decisão




O governador Rui Costa (PT) disse, nesta terça-feira, 6, que recebeu com “tristeza e decepção” a decisão do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) de negar habeas corpus ao ex-presidente Lula para evitar sua prisão. O governador se pronunciou sobre o tema durante o programa #PapoCorreria, no Facebook. Rui disse, ainda, que a decisão foi injusta e que espera que o Supremo Tribunal Federal (STF) reveja o caso.

“Recebi com muita decepção e tristeza. Espero que o STF reveja isso e que a presidente Cármen Lúcia paute logo esse debate porque é uma brutal injustiça o que estão fazendo com o presidente Lula. Fico indignado, assim como a maioria dos brasileiros”, posicionou-se o governador.

Procurado por A TARDE, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), preferiu não comentar o assunto. Já o presidente do PT estadual, Everaldo Anunciação, avaliou que o resultado retrata o “movimento corporativo da Justiça brasileira”.

“Vamos utilizar de todos os recursos jurídicos, mas sabemos, por tudo até agora, desde o julgamento inicial do juiz Sérgio Moro, que o presidente Lula é vítima de um processo que não tem cunho técnico nem jurídico. Isso é da corporação mesmo”, disse. Everaldo defendeu que o STJ hoje ratificou o que chamou de “condenação sem culpa, sem elementos jurídicos”.

Ainda nesta terça, horas antes do julgamento do STJ, o ex-presidente Lula, em entrevista à rádio Metrópole, em Salvador, disse que sua candidatura estará posta até o fim. Contudo, nos bastidores petistas de âmbito nacional, já se trabalha como plano B a substituição da candidatura de Lula pela de Fernando Haddad. O ex-governador da Bahia, Jaques Wagner era um dos nomes cogitados, mas perdeu força diante das acusações da Policia Federal de recebimento de propina relacionadas às obras de construção da Arena Fonte Nova. (ATarde)
Marcadores:
[blogger]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.