Alta de casos de H1N1 acende sinal de alerta



A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) divulgará nesta quarta-feira, 18, boletim epidemiológico sobre casos do vírus influenza H1N1 no estado, que até o último dia 7 tinha acometido 36 pessoas, com quatro óbitos. A previsão, a partir de registros mais recentes, é que o número de casos salte para 49, com até 11 mortes. 

São casos como o ocorrido terça-feira passada, quando um bebê de 1 ano e três meses morreu em decorrência da gripe H1N1 em Feira de Santana (a 109 km da capital). No dia seguinte, em Serrinha (a 173 km de Salvador), um idoso faleceu com os sintomas da doença. 

Se confirmado o número de mortes, a Bahia estará em segundo lugar entre os estados com mais óbitos causados pelo H1N1, atrás de apenas de Goiás. (ATarde)