Atividade humana já devastou 75% do solo




Um relatório divulgado pela Plataforma Intergovernamental sobre Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (IPBES, na sigla em inglês) apontou que a degradação do solo, motivada pela atividade humana, já alterou 75% da superfície terrestre do planeta. O índice que permanece livre de impactos substanciais causados pelo homem deve cair para 10% até 2050, segundo projeções do órgão ligado às Nações Unidas.

“Apenas algumas regiões nos polos, desertos e as partes mais inacessíveis das florestas tropicais permanecem intactas. A degradação da superfície terrestre da Terra pelas atividades humanas está levando o planeta em direção à sexta extinção em massa”, alertou o sul-africano Robert Scholes, um dos coordenadores do relatório temático sobre Degradação e Restauração de Terras Degradadas.

O documento foi elaborado com a colaboração de 45 países e mais de 3 mil fontes. Além disso, o relatório foi revisado por mais de 200 especialistas, e se tornou o estudo mais completo já realizado sobre o tema. Leia mais no ATarde.