Consumidor baiano ainda resiste a exigir nota fiscal com CPF




Três meses depois do lançamento no estado do programa Nota Premiada, que prevê sorteio de até R$ 1 milhão para quem exigir a nota fiscal eletrônica na compra de produtos, os cidadãos baianos ainda se mostram resistentes a fornecer o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) para a emissão do documento fiscal. De acordo com dados da Secretaria da Fazenda (Sefaz), das 42 milhões de notas fiscais eletrônicas que circularam no estado no mês passado, apenas 5 milhões foram emitidas com o número do CPF, sendo que, destas, apenas 1 milhão eram de contribuintes que já haviam se cadastrado no programa pela internet.

Mas, o que faz com que um programa fiscal, que apenas exige que o cidadão informe o número do seu CPF e concorra a até R$ 1 milhão, ainda não tenha conseguido uma maior adesão entre os contribuintes baianos? Esta é atualmente a principal questão que permeia todo o planejamento dos próximos passos das ações promocionais do programa: já a partir da próxima semana, a Fazenda Estadual vai dar início a uma nova ofensiva de divulgação, agora com estandes para cadastro e distribuição de folders em dois grandes shoppings da capital: Salvador Shopping e Shopping da Bahia. Leia mais no ATarde.
Marcadores: ,
[blogger]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.