Juros de bancos não acompanham recuo na inadimplência




Se tivesse respondido à queda dos juros básicos e ao recuo da inadimplência como no passado, a taxa média dos empréstimos ao consumidor no Brasil seria hoje 37,6% ao ano.

Segundo o banco UBS, o valor seria de 20 pontos porcentuais abaixo dos 57,7% efetivamente cobrados em média. O descolamento ocorre a partir de 2014, quando o país entrou em recessão.

Daí em diante, as duas variáveis consideradas cruciais para entender a dinâmica do crédito à pessoa física — o nível de calotes nos empréstimos e as oscilações do juro básico — deixam de explicar o comportamento das taxas ao consumidor. *Metro1
Marcadores:

Postar um comentário

[facebook][blogger]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.