‘PCdoB não pode apoiar Lídice, porque apoia a si próprio’, diz Alice



A deputada federal Alice Portugal fez questão de ressaltar, na tarde de hoje (24), que tem um “respeito profundo” pela senadora Lídice da Mata (PSB), mas disse que não é possível apoiar o desejo da socialista de integrar a chapa do governador Rui Costa (PT). O PCdoB, partido da parlamentar, também tem pleiteado uma espaço na majoritária.

“A posição do PCdoB não tem nada a ver com o belíssimo mandato da senadora. O PCdoB não pode apoiar porque está apoiando a si próprio. Tenho respeito profundo por ela e parceria de décadas”, afirmou, em entrevista ao Metro1.

A senadora desejava o apoio da ala feminista do PCdoB para tentar pressionar o governador a fim de manter a candidatura à reeleição. Lídice tem disputado o espaço na chapa com o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel (PSD), que já conta com aval do PP e do PDT.

À reportagem, Alice Portugal voltou a cobrar uma reunião com Rui Costa para discutir o espaço da agremiação comunista na composição. “O PCdoB tem força, deputados estaduais e federais para ser considerado na majoritária. É uma posição antiga [ter uma vaga composição]. Nós estamos aguardando uma conversa com o governador, já há algum tempo”, ressaltou.

Nos bastidores, os comunistas têm mostrado descontentamento com a postura do chefe do Palácio de Ondina de escantear a legenda na definição da composição. O petista baiano tem dado prioridade ao PSD, do senador Otto Alencar, ao PP, do vice-governador João Leão, e ao PSB, da senadora Lídice da Mata. (Metro1)

Comentários