PCdoB tenta barrar prisão após 2ª instância e protocola nova ação no STF




O PCdoB protocolou mais uma Ação Declaratória de Constitucionalidade junto ao Supremo Tribunal Federal com pedido de liminar contra a prisão após condenação em segunda instância.

Esta já é a terceira tentativa posta no STF. Anteriormente, as medidas foram feitas pelo Partido Ecológico Nacional e pela Ordem dos Advogados do Brasil.

A ação visa manter sob controle o processo que pode indiretamente resultar na libertação do ex-presidente Lula. O petista foi condenado em segunda instância e está preso desde o último dia 7 de abril em Curitiba. (Metro1)