Supremo deve decidir na próxima terça se torna Aécio réu por corrupção




A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal deve decidir na próxima terça-feira (17) se irá receber uma denúncia por corrupção e obstrução de Justiça contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o tornar réu por corrupção e obstrução de Justiça.

Em junho do ano passado, o tucano foi acusado por supostamente pedir propina de R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista. Segundo as investigações, Aécio teria tentado atrapalhar o andamento da Operação Lava Jato.

O parlamentar, no entanto, nega as acusações. Ele se diz vítima de "armação".

Além de Aécio, a irmã dele, Andréa Neves da Cunha, o primo Frederico Pacheco de Medeiros e Mendherson Souza Lima, ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrela (MDB-MG), também são acusados. (Metro1)