MPF aciona Prefeito de Itatim e mais 4 por desvio de R$ 1,7 mi em verbas do esporte



O MPF (Ministério Público Federal) em Feira de Santana deu entrada em uma ação de improbidade contra Gilmar Pereira Nogueira, prefeito de Itatim, no Centro Norte baiano, as empresas CBLS (Confederação Brasileira de Lutas Submission) e ELS Promoções e Realizações em Eventos LTDA-ME, além dos sócios Elisio Cardoso Macambira e José Carlos Santos.

Os acionados são suspeitos de terem desviado, em valores atualizados, R$ 1.779.230,10 em recursos públicos para a realização do evento “Circuito Brasileiro de Lutas Submission – Etapa Nordeste”, através de uma parceria firmada em 2016 com o Ministério do Esporte.

Entre as irregularidades encontradas pelo MPF, está a contratação das empresas CBLS e a ELS. O órgão aponta que, mesmo sem deterem exclusividade na prestação dos serviços, as firmas foram contratadas com dispensa de licitação.

A entidade ainda constatou o superfaturamento dos gastos com o evento e a alteração do cronograma de atividades. A duração prevista do Circuito era de seis dias, com a participação de 600 atletas, mas a competição durou apenas quatro dias e teve 110 participantes.

Fonte: Metro1
Marcadores:

Postar um comentário

[facebook][blogger]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.