Mutuípe: Mulher segue internada após ser atingida por tiro; companheiro está foragido



Policiais de Mutuípe, no Vale do Jiquiriçá, procuram um homem acusado de atirar na companheira. A vítima, a professora Rosicleide Souza, de 40 anos, foi atingida na cabeça. Ela segue internada em um hospital em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo, e o estado de saúde inspira cuidados. Até as 12h desta segunda-feira (21), o acusado, identificado como Marcelo, não tinha sido localizado. Segundo a delegada Corina Lopes, titular da delegacia local, Marcelo atirou contra a professora no sábado, na zona rural da cidade. Os dois estavam em processo de separação.“Ela tinha ido a essa casa. Quando chegou lá, ouviu o companheiro que xingava ela e ameaçava atirar. Quando a professora apareceu em uma janela, ele atirou, o que acabou atingido ela”, relatou a delegada ao BN. Depois de atirar na mulher, o homem fugiu. Ainda segundo a delegada, já foi pedida à Justiça a prisão preventiva do acusado, também conhecido como “Marcelo Cachaça”. A delegada também informou que vai ouvir testemunhas do caso. O casal tem dois filhos. Desde que ocorreu o crime, os menores estão com parentes. (BahiaNotícias)

Comentários