Oeste da BA bate recorde de produção de soja, diz associação




Os municípios produtores de soja na região oeste da Bahia tiveram uma safra recorde entre os meses de março e abril deste ano, com uma média de 62 sacas por hectare, o que representa a conquista de 6 milhões de toneladas de grãos.

Em entrevista ao G1, o engenheiro agrônomo e assessor de agronegócio da Aiba (Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia), Luiz Stahlke, disse que se trata de um recorde do ponto de vista nacional. Embora não tenha dados oficiais, acredita que a colheita também esteja entre as maiores do mundo.

"Há sete anos que não chegávamos na nossa melhor média registrada, que tinha sido de 56 sacas. Desta vez, os resultados estão para além das expectativas. A colheita superou todos os recordes", disse o engenheiro.

A safra envolve nove municípios da região oeste da Bahia. São eles: Barreiras, Luís Eduardo Magalhães, São Desidério, Formosa do Rio Preto, Riachão das Neves, Correntina, Jaborandi, Cocos e Bainópolis. Segundo dados da Aiba, 60% da produção desses municípios é destinada a países asiáticos e 40% abastecem os mercados do norte/nordeste.

Stahlke afirma que os resultados têm a ver com a distribuição das chuvas na região durante o período de plantio e colheita, de outubro a abril. Diferente dos últimos anos, não houve prolongamento de dias de sol no período chuvoso. Além disso, os investimentos na fertilidade do solo também contribuíram para o feito. Entre 2017 e 2018, a área de plantio chegou a 1,6 milhão de hectare. (Metro1)
Marcadores:

Postar um comentário

[blogger]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.