PP só desiste de aliança com DEM se Maia sair da disputa presidencial


Após fechar aliança com o DEM para a disputa presidencial, o PP afirma que só deixará o acordo se Rodrigo Maia, presidente da Câmara e pré-candidato ao Planalto, abandonar o intento.

Todos os planos do partido incluem o demista, amigo pessoal do presidente da sigla, senador Ciro Nogueira (PI). Maia tem hoje o apoio do comando do PP para ser candidato ao Planalto, a vice-presidente ou a presidente da Câmara no biênio 2019-2020, segundo o Estadão.

Não existe hipótese de o partido negociar seu apoio sem impor uma dessas condições, dizem seus dirigentes. A ideia é ganhar ou perder, desde que juntos. (Metro1)

Comentários