Criança de 3 anos morre após ser agredida por padrasto por fazer xixi na cama



Ana Lívia Lopes da Silva, de apenas 3 anos, morreu na manhã da última sexta-feira (15/6), após ser espancada pelo padrasto por fazer xixi na roupa, em Poços de Caldas, no Sul de Minas Gerais. A mãe da menina, Letícia Lopes Fonseca, também foi presa por omissão às agressões.

A mãe do suspeito do crime chegou do trabalho e foi abordada pela nora, mãe da criança, de 18 anos, que dizia que o companheiro, Cristopher Antony Tavares Coelho, havia batido na filha, no início da noite de quarta-feira (13/6). De acordo com depoimento da mãe da criança à polícia, o companheiro teria se irritado após a menina urinar na roupa e, muito nervoso, começou a dar chineladas na pequena.

A mãe contou aos policiais que estava dormindo e só teve conhecimento das agressões da filha na manhã da quinta-feira (14/6), por volta das 8h30. A criança ainda tentou conversar, mas acabou perdendo a consciência e passou o dia todo desacordada dentro de casa. A mãe ainda afirmou que havia ficado muito desesperada, por isso não tomou nenhuma providência.


A menina só foi levada ao hospital no início da noite da quinta-feira (14/6), após a criança começar a vomitar. De início, a criança foi atendida no Hospital Margarita Moralles, porém, como a situação era muito grave, foi feita a transferência para a Santa Casa do município, onde foi constatado traumatismo craniano. Ana Lívia ficou em coma induzido até a madrugada desta sexta-feira (15/6), quando faleceu. Um médico ainda afirmou à Polícia Militar que a menina tinha sinais de abuso sexual. Porém, somente exames periciais poderão confirmar o estupro.

O criminoso foi preso em sua residência e não deu nenhuma declaração. O homem e a mãe da vítima foram encaminhados à delegacia de plantão. (Aratu)
Marcadores:

Postar um comentário

[facebook][blogger]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.