Wagner recusa pedido de Lula para ler carta no lançamento da campanha




O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu que o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), fizesse a leitura de uma carta que escreveu no lançamento da candidatura ao Palácio do Planalto.

No entanto, segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo, Wagner recusou a missão. O petista tinha aceitado, mas quando chegou ao comício, em Contagem, Minas Gerais, foi surpreendido pela decisão da organização para que os governadores do PT também lessem o documento — cada um ficaria responsável por uma página.

Wagner então achou melhor ficar em silêncio. Argumentou que, assim, a imprensa não passaria a especular com a possibilidade de ele ser o plano B para substituir lula como candidato a presidente pelo PT — hipótese que voltou a circular com força na semana passada. Com o impasse, Dilma Rousseff acabou escalada para ler a mensagem.

O ex-presidente está preso da sede da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, após ser condenado em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro. O petista deve ter a candidatura indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral, com base na Lei da Ficha Limpa. (Metro1)

Comentários