Bolsonaro defende aumentar número de ministros do Supremo




Pré-candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL) afirmou que pretende, se eleito, aumentar o número de ministros do Supremo Tribunal Federal.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o presidenciável quer ampliar de 11 para 21 o número de integrantes da Corte, para que possa nomear a maioria dos magistrados durante o mandato.

Pela regra atual, o próximo presidente vai poder indicar, ao menos, dois ministros ao STF para substituir Celso de Mello e Marco Aurélio de Mello, que vão alcançar 75 anos até 2022 e vão se se aposentar compulsoriamente. (Metro1)

Comentários