Dois em cada 3 trabalhadores fazem bicos para pagar suas contas




A maioria dos brasileiros recorreu a trabalhos informais no primeiro semestre deste ano para conseguir sobreviver por causa da lenta retomada da economia e do emprego formal, de acordo com o Estadão de hoje (27).

Entre janeiro e junho, 64,4% dos trabalhadores fizeram bicos para equilibrar as suas finanças. O número é maior do que o registrado no mesmo período de 2017, quando 57,4% foram atrás de trabalhos extras.

Segundo estudo do Serviço de Proteção ao Crédito e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, 70% da população mais pobre foi em busca de trabalhos informais e eventuais para bancar o orçamento doméstico.

O avanço da participação da renda informal dentro do orçamento doméstico já vem ocorrendo há algum tempo. Pesquisa da consultoria Kantar Worldpanel, que visita semanalmente 11,3 mil domicílios no País para tirar uma fotografia do consumo, mostra que entre 2014, antes da crise, e 2017 a fatia da renda informal na receita total das famílias saiu de 15,3% para 16,6%.

Nas classes de menor renda, a participação dos bicos na renda total foi bem maior: subiu de 20% para 24% no mesmo período. (Metro1)
Marcadores:

Postar um comentário

[facebook][blogger]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.