Mais de 200 pessoas morrem em ataque coordenado do Estado Islâmico




Combatentes do Estado Islâmico emboscaram uma cidade e várias aldeias no sul da Síria hoje (25). Segundo as autoridades de saúde da província de Sweida, mais de 200 pessoas foram mortas durante os confrontos entre moradores e militantes.

Os eventos na região que, até então, estava isolada da forte violência da guerra, incluíram diversos atentados suicidas. De acordo com a agência AP, as ações dos homens-bomba aparentemente foram programadas para coincidir com as investidas no interior, o que criou caos em toda a área.

Ao anoitecer, a diretoria de saúde provincial já havia registrado 204 mortos e 180 feridos, informou o funcionário Hassan Oma. Foi o dia mais sangrento em Sweida desde a revolta nacional em 2011, que deu inicio à guerra civil em curso.

De acordo com o OSDH (Observatório Sírio para os Direitos Humanos), pelo menos 183 pessoas morreram no conflito. (Metro1)

Comentários