Meia alemão anuncia aposentadoria da seleção por questões políticas




O meia alemão Mezut Özil utilizou as redes sociais para anunciar que não vai mais defender a seleção da Alemanha. Campeão mundial na Copa do Brasil, em 2014, o atleta esteve na delegação que disputou o torneio da Rússia em 2018.

A decisão ocorre após críticas sobre a ascendência turca do atleta e, principalmente, por ele expressar opiniões favoráveis à imigração e ao multiculturalismo na sociedade alemã.

Jogador do Arsenal, da Inglaterra, o meia desabafou e respondeu que era perseguido pelo posicionamento político. "É com o coração pesado e após muita consideração que, devido aos recentes eventos, eu não vou mais jogar pela Alemanha em nível internacional, já que eu tenho esse sentimento de racismo e desrespeito. Eu costumava vestir a camisa da Alemanha com tanto orgulho e animação, mas agora não mais. Essa decisão foi extremamente difícil para mim porque eu sempre dei tudo por meus colegas, comissão técnica e o bom povo da Alemanha", declarou.

As críticas ao jogador surgiram após a divulgação de uma foto na qual Özil posou, junto com o meia Ilkay Gündogan, também da seleção alemã, com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, no dia 13 de maio, em Londres.
Marcadores:

Postar um comentário

[facebook][blogger]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.