Meninos resgatados de caverna na Tailândia homenageiam mergulhador morto



Os doze adolescentes resgatados de uma caverna da Tailândia, depois de ficarem presos por 17 dias, homenagearam o mergulhador tailandês que participou das operações de socorro. A informação foi divulgada hoje (15) pelo ministério da Saúde local. Os adolescentes, de 11 e 16 anos, só souberam agora do ocorrido.

Saman Kunan, um mergulhador aposentado da marinha tailandesa que trabalhava como voluntário no resgate, morreu no dia 6 de julho quando tentava estabelecer uma linha de fornecimento de oxigênio na caverna em que os garotos e o técnico do time estavam presos.

"Todos choraram e expressaram seus pêsames escrevendo mensagens em um desenho do capitão de corveta Saman e observaram um minuto de silêncio por ele", afirmou o secretário permanente do ministério da Saúde, Jedsada Chokdamrongsuk, em um comunicado. (Metro1)

Comentários