‘Querem me derrotar? Façam isso de forma limpa, nas urnas’, diz Lula




Em artigo publicado hoje (19) no jornal Folha de São Paulo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da silva (PT) reiterou que é candidato ao Palácio do Planalto, apesar de estar preso após ser condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

“Os maiores interessados em que eu dispute as eleições deveriam ser aqueles que não querem que eu seja presidente.Querem me derrotar? Façam isso de forma limpa, nas urnas”, disse.

Na publicação, o petista volta a jurar inocência e desafia os que acusam de mostrar provas contra ele. “Por que falam em 'atos de ofício indeterminados' no lugar de apontar o que eu fiz de errado? Por que falam em apartamento 'atribuído' em vez de apresentar provas de propriedade do apartamento de Guarujá, que era de uma empresa, dado como garantia bancária? Vão impedir o curso da democracia no Brasil com absurdos como esse?”, questiona.

Lula fala sobre o governo Temer e critica as negociações em torno da Embraer. “Um governo ilegítimo corre nos seus últimos meses para liquidar o máximo possível do patrimônio e soberania nacional que conseguir —reservas do pré-sal, gasodutos, distribuidoras de energia, petroquímica—, além de abrir a Amazônia para tropas estrangeiras. Enquanto a fome volta, a vacinação de crianças cai, parte do Judiciário luta para manter seu auxílio-moradia e, quem sabe, ganhar um aumento salarial”, condenou.

O ex-presidente conclui com a afirmação de que mantém a “fé nos brasileiros”. “Podem me prender. Podem tentar me calar. Mas eu não vou mudar esta minha fé nos brasileiros, na esperança de milhões em um futuro melhor. E eu tenho certeza de que esta fé em nós mesmos contra o complexo de vira-lata é a solução para a crise que vivemos”, ressaltou. (Metro1)
Marcadores:

Postar um comentário

[facebook][blogger]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.