Ciro Gomes acusa PT de fazer manobra golpista e descarta ser vice




Candidato à presidência pelo PDT, Ciro Gomes classificou como golpe a manobra do PT que tirou Marília Arraes da disputa ao governo de Pernambuco para isolá-lo. O pedetista disse ainda que é uma aberração a proposta de ser vice de chapa petista.

"O que essa moça Marília Arraes tem a ver comigo? Ela merecia pagar esse preço? Será que o povo de Pernambuco vai engolir com casca e tudo essa providência golpista?", disse. "Ninguém pode falar em golpe e praticar um golpe. Como se sacrifica um homem como Márcio Lacerda (PSB)?", indagou, durante seminário da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil sobre combate à sonegação e corrupção.

Na última quarta (1ª), as cúpulas do PT e PSB resolveram sacrificar candidaturas estaduais em prol de um pacto nacional o que acarreta no isolamento do candidato pedetista.

Desse modo, o PSB ficaria neutro na corrida ao Planalto e abandonaria a aliança com o PDT. (Metro1)

Comentários