‘Não pretendo morrer nem renunciar, e sim brigar até o final’, diz Lula em carta



O ex-presidente Lula (PT) terá a candidatura registrada hoje no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), com direito a carta que deve ser lida no ato.

No documento, o petista dirá que não quer favores da Justiça Eleitoral.

Lula afirma ser vítima de uma caçada judicial e que só a morte, a renúncia ou um ato do tribunal pode rifá-lo.

A leitura da mensagem será feita pelo ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), candidato a vice.

A publicação afirma que, na versão prévia do texto, ele não era mencionado nominalmente pelo ex-presidente.(Metro1)

Comentários