Santa Terezinha: Acusado de matar ex a pauladas responderá por feminicídio



O acusado pela morte da ex-companheira em Santa Terezinha, no Piemonte do Paraguaçu, deve ter a prisão preventiva decretada nas próximas horas ou dias. Segundo o delegado Luiz Castro Freaza, o acusado Eron Santos se apresentou na terça-feira (30) à delegacia, junto com um advogado, e confessou o crime, considerado feminicídio [morte pela condição da vítima ser mulher]. O acusado matou a pauladas a ex-companheira Maria Cristina de Almeida Mouras, no domingo (29) no povoado de Rio Seco. Depois, ele fugiu. A suspeita é que ele não aceitava o fim da relação, apesar de dizer que a mulher “tinha ciúmes” dele. O depoimento foi prestado na delegacia de Castro Alves, na mesma região. “Ele chegou com o advogado e confessou tudo. Disse que a mulher tinha ciúmes, mas já tínhamos aberto um inquérito em maio de agressões contra a mulher”, disse o delegado ao Bahia Notícias. Ainda segundo o delegado, testemunhas já foram ouvidas, faltando apenas um laudo com a perícia do corpo da vítima para formalizar o inquérito. “Mas já temos a confissão que já é suficiente para pedir a prisão dele”, acrescentou Freaza. Maria Cristina era funcionária da prefeitura e trabalhava de serviços gerais em uma unidade de Saúde da Família no povoado de Rio Seco. O crime contra ela chocou a população local. (BN)
Marcadores: ,

Postar um comentário

[facebook][blogger]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.